O SILÊNCIO DAS ÁGUAS - BRITTAINY C. CHERRY


Livro: O Silêncio das Águas
Autora: Brittainy C. Cherry
Páginas: 364
RECORD

Sinopse: Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes?


Resenha:

Comprei O Silêncio das Águas basicamente porque todos os livros da Brittainy, eu me apaixonei. "MAS É SÓ PORQUE TEM HOMEM BONITO NA CAPA", por isso também, mas porque a Cherry não segue uma fórmula, ela simplesmente escreve.

O Ar que ele respira, A chama dentro de nós, foram livros maravilhosos da série Elementos, mas definitivamente, O silêncio das águas ganha de longe.

Cada pedacinho do livro, a autora se entregou, você sente a alma dela durante a leitura, e eu simplesmente não conseguia parar de ler, foi extraordinário a forma como ela torna os sentimentos da Maggie nos do leitor.

O livro tem três partes, acredito que a autora gostou de colocar anos de diferença na história para completar mais e isso é mais um ponto positivo. 

A primeira parte, é quando Maggie tem oito anos, e mostra toda sua alegria, mostra como ela e Brooks se aproximam, e isso é imensamente fofo. 

Essa parte é a mais pequena do livro, mas a que importa.

A segunda, ela já está com dezoito, e ela e Brooks mantem uma amizade que pode se tornar algo a mais, mas existem claro, impedimentos. 

Essa segunda parte é maior, pois traz os ataques de pânico da Maggie, e como as pessoas começaram a achar que ela era esquisita, uma aberração, e você se magoa com o ponto de vista dela, pois ela é só uma garota.

E aqui, nessa parte, você começa a sentir o que Maggie May sente. Você sente o que é estar na pele de uma garota que sofre o tempo todo com suas dificuldades, com o desprezo que há dentro da própria casa, e isso realmente dói.

A terceira parte traz ela aos vinte oito anos, e como tudo pode mudar, e uma troca de lugares acontecer, e essa é a mais dolorosa, essa é a parte da verdade.

O livro também traz os pontos de vista de Brooks e da Maggie, o que eu amo!

Vocês devem estar pensando que eu estou exagerando ao falar do livro dessa forma, mas, assim que vocês lerem os agradecimentos, logo no início, vão entender. A autora passou de certa forma, pela mesma coisa que Maggie, e é por isso que o livro traz essa sensação.

O Silêncio das Águas traz o coração de Cherry, e um livro que tem o coração de um escritor, é um livro que realmente vale a pena ler.


Postado por: Amy

1 comment

Amanda Reznor 28 de novembro de 2017 13:08

Gostei da resenha, Amy! Bastante completa, dá pra ter boa noção da obra e ficar com aquele gostinho de quero mais 😍😍👏👏👏

Postar um comentário