Livro: Oníria.
Autora: Joana Santos Silva.
Páginas: 74.
Chiado Editora.


Avaliação:
Capa: 4 estrelas.Escrita: 4 estrelas.Final: 4 estrelas.

Sinopse: "Oníria" são pedaços de uma vida, aconchegada entre o passado e o presente, entre o sono e o sonho. Inquietações que nos apanham de olhos ainda cerrados, desligadas da realidade apenas na medida certa.




Esta é uma obra de sobressaltos que podiam ser os nossos, povoada por desassossegos que são de todos. Feita de momentos que, ao romper a aurora, nos fazem seguir em frente.

...............................................

Resenha: Oi gente, tudo bem? Hoje vou mostrar um pouco sobre o nosso mais novo livro de parceria da autora Joana Santos. Bom, não poderia deixar de falar primeiramente sobre a escolha do título do exemplar.

EU: Qual é o motivo da escolha do nome "Oníria" como título e o uso do filtro dos sonhos como capa do livro?

JOANA: Oníria vem de Oneiros, os Deuses dos sonhos na mitologia grega, daí o filtro dos sonhos como capa. Eu dei o título de Oníria porque considerei a poesia que escrevi como sonhos que tive. Na realidade são pedaços de mim, ou de alguém que conheço, mas como alguns eram antigos, descrevo essa minha poesia como se eu fosse Oneira, relatando momentos de alguém, e que no fundo poderão acontecer a qualquer um de nós.

Como todo livro de poesia, podemos adentrar na alma do autor, visualizar suas derrotas, conquistas, arrependimentos e recomeços e foi dessa forma que senti ao ler o exemplar. Com o passar da leitura, percebemos a mudança e o amadurecimento, características diferentes do início dos poemas, que possuíam uma pegada mais sonhadora.

Veja, falar de poemas é difícil, porque a poesia pode possuir diversos significados dependendo das características de cada um. E é isso que eu mais gosto, diversos significados são retirados de pequenas, mas ricas estrofes e o resultado é sempre o mesmo, independentemente das causas que nos levaram à leitura: Nossa capacidade de reflexão e evolução. Com Oníria eu senti isso, um exemplar que demonstra acontecimentos particulares (e também gerais) em uma visão particular, mas que envolve o leitor em cada verso lido.

Como já dito anteriormente na resenha de Leminski, eu acredito que toda poesia, de alguma forma, tem a capacidade de tocar o leitor e com Joana não foi diferente. Sua escrita mexeu com o meu coração em cada verso lido. 



"Um livro de uma passagem
Um capítulo de uma jornada
Tempo refletido em mensagem
Momentos compressos em alhada."

                                                                                 - Página 71

Fino, de rápida leitura e longa reflexão, além de uma organização muito significativa para a compreensão do pensamento da autora, e vários trechos lindos que se eu pudesse, botaria todos aqui, Oníria possuí poemas comoventes e marcantes, que todos os leitores, apesar de não ser um gênero não muito procurado, deveriam ler. 

OBS: Para adquirir o exemplar: 





https://www.chiadoeditora.com/livraria/Chronus), Fnac, Sonae, ECI, Bertrand, Almedina, Auchan, Bulhosa (entre outros) que farão encomenda da obra se assim entenderem.

               A casa da Boavista - Café Literário Chiado Porto: Av. da Boavista 919 / 4100-128  Porto

              RG Livreiros - Alameda dos Combatentes da Grande Guerra 270ª /  2750  Cascais.

  • No caso do Brasil, podem adquirir na Chiado. Não sei se na Bertrand ou FNAC poderão.

Postado por: Julia. 


Deixe um comentário