Livro: Jogador Nº 1
Autor: Ernest Cline
Páginas: 464
LEYA

SINOPSE:


Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade.


Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna.

Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência. A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.



RESENHA:

Uma das minhas compras na CCXP 2017 foi esse livro, por basicamente dois motivos: VAI SAIR FILME, E VINHA COM UMA CAMISETA!

Mas o foco aqui é falar sobre o livro, certo? Certo.

Eu realmente imaginava que o livro seria bom, porém achava que não entenderia por ser extremamente referente aos primórdios da era game, mas as referências que Cline usa no livro, são fáceis de entender e tem uma boa parte explicando-as (claro que umas eu tive que pegar por conta própria!).

Acredito que a história de Wade foi uma inspiração, um garoto que tinha tudo para não ter nada, e consegue se tornar famoso ao encontrar finalmente a primeira chave que Halliday deixou aos jogadores do Oasis.

Mas é claro que tudo tem um preço, e o preço de Wade é perder sua própria identidade para Nolan Sorrento (odeiem ele comigo). 

Assim, Wade vê que aquela competição se tornou muito mais real do que só apenas virtualmente, cada passo que ele dá tem que ser pensado diversas vezes, já que sua vida e de seus amigos dependem disso.

Eu definitivamente A.M.E.I. Art3mis, ela foi forte, foi inteligente, sensata, e não deixou de seguir seu jogo pelo seu coração como Wade fez. Aech com aquele seu tom brincalhão demonstrou ser tudo que ninguém poderia imaginar e se mostrou um dos personagens mais fortes e que ficaram marcados ao meu ver. Assim como Daito e Shoto que tiveram lealdade e grandes corações.

Acredito que todos os personagens foram muito bem construídos, todas as caracteristicas deles, você conseguia diferenciar cada um deles, suas posições durante a caça ao ovo, era impossível de se perder quando só pela fala você conseguia os diferenciar.

À todos os fãs de jogos, livros, programas, tudo referente ao começo desse desenvolvimento tecnológico, todos deveriam ler esse livro, que é simplesmente sensacional.

Aliás irá sair a continuação do livro em breve confirmada por Cline, e eu quero muito matar a saudade dos meus personagens tão incríveis e ver oque vão enfrentar dessa vez.


Postado por: Amy



Deixe um comentário