Livro: Vítimas do Silêncio

Autora: Janethe Fontes
Páginas: 187
UNIVERSO DOS LIVROS


Sinopse: Uma garota é vítima de um estupro e tenta reconstruir sua vida. Porém, o criminoso está mais perto do que poderia imaginar e continua perseguindo pessoas que ela jamais gostaria de ver envolvidas nessa história.
Quando finalmente acredita ter encontrado o caminho da felicidade e esquecido aquela época tão difícil, o passado volta para acertar as contas e ela só tem uma alternativa: encontrar o criminoso antes que ele faça outras vítimas.
Com uma narrativa surpreendente, a autora mantém o suspense até o fim, fazendo com que o leitor tenha que prender o fôlego para acompanhar esta aventura que traz, a cada capítulo, novas revelações e emoções de um passado que já parecia esquecido.
Vítimas do Silêncio combina ingredientes como Romance, Aventura, Suspense, Sedução e Mistério em um livro que vai prendê-lo do começo ao fim, tendo como pano de fundo a questão do abuso sexual contra as mulheres.



Um dos motivos para eu ler Vítimas do Silêncio foi o tema, acredito que a sinopse chama bastante atenção, e eu quis saber com o que estava lidando.

Margarida tinha apenas 16 anos quando foi abusada, e anteriormente já vinha sendo assediada, porém como toda GAROTA/MULHER, ela sentia-se culpada, porque a sociedade impõem isso, A CULPA É DA MULHER, QUE PROVOCA.

Assim, ela saiu de casa para procurar abrigo com a tia há centenas de quilômetros longe de casa, onde esperava não ter que lidar mais com o PADRASTO.

Sempre preocupada, Guida escrevia constantemente à mãe, e nem sempre era respondida, isso à preocupava, também com saudade de sua irmã Suze.

Esse amor por Suze que Guida tinha era lindo, puro, amor de família de verdade, eu entendo Guida não querer ver o padrasto Carlos, e deixar que Suze fosse saindo de sua vida foi uma das consequências por essa decisão.

Eu li o livro em um dia, por ser fininho e a leitura fluir bastante, porém ficava um pouco perdida com a linha cronológica.

A vida de Guida se torna bem movimentada, e é impressionante como a autora cria uma história simples, boa e que te prende com um tema desses, onde nada se torna repetitivo ou monótono.

Guida se torna uma mulher forte, dona de sua vida, que sabe oque quer, e mostra que não podemos desistir nunca de nossos sonhos, mesmo que pareçam impossíveis.

Mesmo tão longe, nossa protagonista é obrigada a voltar e descobrir o que aconteceu realmente quando Carlos possivelmente faz mais uma vítima.

Defino Vítimas do Silêncio como um livro de superação, mesmo sendo um trauma tão grande, Margarida consegue seguir a vida, se tornar alguém melhor, lutar pelo que é certo, por justiça, e mostra que não estamos sozinhos nessa luta, que mesmo achando isso, existem pessoas que sempre estarão ali por você, para te erguer, para te amparar, e principalmente cuidar de você.

O livro não é tão pesado, claro que existem alguns capítulos um pouco mais pesados, mas mesmo assim, ele traz a mensagem "A VÍTIMA NUNCA É CULPADA". E é essa mensagem que todas as mulheres, e principalmente garotas tão jovens que sofrem tem que entender. A culpa não é de vocês. Nunca foi, e nunca será, não importa o que digam.


Postado por: Amy


Um Comentário

  1. Uau, não conhecia esse livro, mas confesso que fiquei com muita vontade de ler. Tema forte.

    ResponderExcluir